20 de jun de 2013

Pílulas do IMESC

Caro(a) leitor(a), saudações!

Tardo, mas não falho.

Antes de relatar sobre as histórias que me comoveram no IMESC, quero escrever sobre duas situações curiosas que aconteceram no atendimento e que exemplificam, um pouco, o público que é recebido na instituição.

No momento em que é realizada a coleta do material genético (sangue/saliva) dos periciandos (os convocados pela justiça) é feita, antes, uma entrevista com os presentes. Nesta entrevista, dentre tantas perguntas, veja as respostas dadas para estas:

Perito - Qual a cor/raça do seu filho?
Periciando - Encardida.

Perito - Qual seu estado civil?
Periciando - São Paulo.

Isso não foi uma piada. É o retrato de uma (boa) parcela do povo brasileiro que não possui entendimento de algumas(?) coisas.